7.29.2011

Menu do dia

Entretanto, re-introduzi os lanches a meio da manhã - agora acordo cedinho, tomo pequeno-almoço com alguns hidratos de carbono que ocupem a minha barriga por muito tempo (aveia, trigo sarraceno, espelta, trigo integral...); umas duas horas e meia mais tarde tenho encontro de merenda com meia pêra (assim durinha, para fazer *crunch* *crunch*).
Ao almoço adapto-me ao que a companhia come - imediatamente me socorro das minhas trident (sempre watermelon sunrise! :D), no final, para não dar sequer hipótese de eu querer provar (quando digo provar, quero dizer devorar duas descaradas colheradas roubadas a alguém antes de exigir, também, a minha própria dose) desta ou doutra sobremesa. Exactamente 3 horas mais tarde, o lanche é um iogurte magro com umas sementitas de girassol e a metade à qual resisti 6 horas antes, de pêra ou maçã.
janta, também ela acompanhada, é normalmente uma incógnita mas tento portar-me bem, com mais ranger de dentes do que de estômago - a Gula é a culpada, não a fome. Às vezes é mais difícil que outras - ela recorre-se de subterfúgios, de mezinhas e promessas, começando quase como quem é minha amiga...a fazer-me um favor, a fingir ajudar:

"mas... há tanto tempo que não comes daquilo... é só uma colherinha para provar e de qualquer forma amanhã ou depois compensas... e se não comes o que te apetece, que raio de vida é a tua?! 
Vais negar-te um prazer básico da tua condição humana?! 
E porquê e para quê?! Come! 
(e devora tudinho porque assim vai logo tudo hoje...)"

E já nem conto as vezes que o lado racional responde e contra-argumenta e ela insiste com uns mas, mas, mas... o mantra do mas que, inexplicavelmente, parece acabar sempre por ganhar...Mas, digo agora um duplo mas e digo que NÃO! Como disse ontem :3


   Ontem:
. 1 panqueca de trigo sarraceno (descubri uma óptima loja no Porto onde comprar estas farinhas menos comuns...) com agave; activia kiwi/morango com 1 colher sobremesa de farelo de aveia; 1 kiwi (doce, doce, doce!);
. 1/2 pêra; 1 fatia magríssima (subsariana, quase!) de bolo caseiro de courgette e chocolate;
. 1 bifana (restos da mãe!) e salada (daquelas pré-empacotadas do continente - €1.99 para uma semana a comer rúcula, alface normal e alface especial de corrida - vulgo, roxa - não é tão caro quanto isso...)
. 1 iogurte Auchan magro de ananás com 1 colher de sopa de sementes de girassol (não sei porquê, mas não acho piada nenhuma a iogurtes de banana ou ananás...); 1/2 pêra;
. 1/2 cavala ao vapor com limão e couve-branca;
. gelatina de agar-agar e mirtilhos;

(obrigada. nem que fosse só por estarem aí - mas, efectivamente, não é :3)

4 comments:

Luciana said...

A gula também é a minha companhia indesejável e que está sempre presente na minha vida!mas é mentirosa, intriguista e desleal... Temos de aprender a viver com ela!

Taís e Paula said...

Sua dieta é exemplar, preciso seguir seu exemplo!
Beijos da Taís.

Luciana said...

Lembras-te de me dizer que não conseguias arranjar kiwis de jeito em Portugal? Agora estou para o mesmo! Nem portugueses, nem do Chile, nem da N.Zelândia..., parece tudo papa sem sabor!

A menos cinco said...

E a tua mãe é que sabe :D